Notícias

Aqui o usuário terá acesso as últimas notícias da revista, como chamada para publicações, divulgação de números e prorrogação de prazos.

Chamada de dossiê: Religiões de matrizes africanas e intolerância religiosa no Brasil

 

O Brasil de todos os santos, de todos os credos e de todas as religiões, alicerçado sobre a intolerância e sobre o racismo, elegeu e ainda elege os preteridos dentro do Estado. De tal modo, a violência física, social e moral recaíram sobre os grupos religiosos marginalizados e sem “voz” nas instâncias de poder. O olhar mais atento sobre as formações religiosas brasileiras em meio às suas múltiplas formações sincréticas nos faz refletir sobre as questões sociais e a suposta igualdade das raças que favorecem a disseminação do racismo “velado”, principalmente nos ambientes religiosos. A intolerância religiosa, assim como o racismo, são produtos construídos dentro das tramas das construções das classes sociais mundo afora. Portanto, para uma análise mais profunda do contexto brasileiro devem ser levados em consideração três aspectos: o tráfico negreiro transatlântico; a construção do racismo e suas ideologias europeias; e, o crescimento de grupos religiosos pentecostais e neopentecostais nas esferas sociais e políticas. Diante desse cenário político e religioso que hoje se apresenta no Brasil, e com o objetivo de privilegiar os estudos e pesquisas sobre as religiões Afro-brasileiras, a Revista Escrita da História lança a presente chamada. 

Data limite para envio de artigos: 15/11/2017

 
Publicado: 2017-05-14
 

Chamada de dossiê: Revoluções e movimento operário no século XX

 

Há aproximadamente 100 anos explodiam movimentos sociais de massa, com especial destaque para aqueles ocorridos na Europa e na América Latina. A partir do Velho Continente, a Revolução Russa apavorou capitalistas e impulsionou muitos trabalhadores a fundarem partidos comunistas por todo o planeta. No antigo Novo Mundo, destaca-se a Revolução Mexicana, que colocou na ordem do dia o debate sobre a necessidade da Reforma Agrária, em simultâneo ao movimento bolchevique; e ainda a chamada Greve Geral de 1917, no Brasil, de forte tendência anarquista, que levou algumas de suas principais lideranças, poucos anos depois, a reconheceram nos métodos sovietes o caminho revolucionário para o país. Assim, com a pretensão de contribuir com o árduo debate a propósito desses temas e/ou de seus impactos no desenrolar de outros acontecimentos e processos, a Revista Escrita da História – REH lança a chamada de sua edição de número 8. Esta privilegiará estudos de movimentos sociais e/ou de governos que tinham (ou tem) em pauta o socialismo e a luta dos trabalhadores como horizonte de seus embates, bem como suas ramificações na esfera política, social, econômica, cultural etc., compreendendo seus aspectos históricos, historiográficos e teóricos para compor o Dossiê Revoluções e Movimento Operário no Século XX.

Data limite para envio de artigos: 15 de agosto de 2017 

 
Publicado: 2017-01-25
 
1 a 2 de 2 itens


ISSN: 2359-0238