Escritos de si e a experiência intelectual brasileira: o caso de Gilberto Freyre

Bruno Cesar Cursini

Resumo


Este trabalho analisa três textos autobiográficos de Gilberto Freyre: Dona Sinhá e o Filho Padre; Tempo morto e outros tempos e De menino a homem, colocando-os em paralelo com o que é conhecido sobre sua trajetória e explorando a natureza diversa destes textos, assim como seus pontos em comum. Discutimos a importância dos escritos de si como fonte, as possíveis abordagens metodológicas e as eventuais vantagens e limitações de cada uma dessas abordagens, assim como a relevância da documentação para o estudo da história dos intelectuais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.