Educação e Revolução: a Cruzada Nacional de Alfabetização na Nicarágua (1980)

Túlio Almeida de Ázara, Roger dos Anjos de Sá

Resumo


Este artigo tem como marco temático e temporal a Cruzada Nacional de Alfabetização (CNA), em 1980, na Nicarágua; contudo, com a finalidade de compreender um pouco do contexto político da Cruzada, discorreremos também sobre a Revolução Sandinista (1979 - 1990).

No contexto da Guerra Fria, de disputas por hegemonia de dois blocos antagônicos, uma nação pega em armas para se declarar não alinhada e reconfigurar a política de todo um país. Dentre as diversas transformações pela qual a sociedade nicaraguense passou no período revolucionário, a mudança no índice de cidadãos alfabetizados foi bastante expressiva e faz valer um olhar mais atento para isso. A cruzada de alfabetização da população nicaraguense estava diretamente vinculada a Frente Sandinista da Libertação Nacional como um projeto de luta contrahegemônico e construção de uma nova hegemonia. Considerando, o poder estatal e os mecanismos de Estado um lugar de disputa de ideologias e hegemonias, este trabalho lança um olhar sobre a Cruzada Nacional de Alfabetização na Nicarágua.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Escrita da História