Homage to Catalonia: a narrativa testemunhal da Guerra Civil Espanhola por George Orwell

Janis Caroline Boiko da Rosa

Resumo


Este artigo propõe uma análise do livro Homage to Catalonia, ou Lutando na Espanha, de George Orwell, enquanto relato testemunhal, o qual assume um dever de justiça perante a memória dos falecidos no conflito denominado Guerra Civil Espanhola, assim como disputa espaço narrativo com a imprensa internacional e britânica. Ainda, o relato apresenta mudanças sofridas por Orwell durante o conflito as quais tiveram implicações nas posturas políticas do autor durante toda a sua carreira, fomentando seu posicionamento crítico perante a imprensa e a União Soviética. Neste sentido as perguntas à serem formuladas são: qual o papel a experiência na Espanha teve sobre o posicionamento político de Orwell? Como o conflito é narrado pelo autor? Qual o objetivo deste relato? Para realizar tal análise foram usados os seguintes autores: Paul Ricoeur, a fim de pensar a memória e o testemunho; Wolfgang Iser visando compreender o relato como forma de interferência no mundo; por fim, Pierre Broué e Hans Magnus Enzensberger foram utilizados para tecer um breve panorama da Guerra Civil Espanhola.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Escrita da História