O Proletariado e as Eleições: o debate entre comunistas e anarquistas sobre a participação operária nas eleições e no Parlamento na década de 1920

Lucas Alexandre Andreto

Resumo


Durante a Primeira República (1889-1930) a questão da participação operária nas eleições e no Parlamento foi objeto de polêmica entre socialistas reformistas, anarquistas e, posteriormente, comunistas. Os anarquistas foram tradicionalmente partidários do abstencionismo nas eleições e da condenação do Parlamento como espaço a ser conquistado pela classe operária. Os comunistas, na década de 20 inauguraram a participação operária no Parlamento através de um partido revolucionário de classe. O presente artigo pretende expor o debate entre comunistas e anarquistas a respeito da participação da classe operária nas eleições e no Parlamento, demonstrando seus argumentos, delineando seus fundamentos e suas diferenças.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.