Discriminação e conservadorismo: panorama para a aplicação das Leis n 10.639/2003 e 13.298/2007 no Brasil do tempo presente (2013-2017)

Yego Viana Santos

Resumo


O presente artigo tem como finalidade a análise do fortalecimento do pensamento conservador no Brasil (entre 2013-2017) e como isso pode colaborar com a ampliação do preconceito racial e cultural relacionados à população afro-brasileira. Nessa conjuntura, destaca-se a educação como forma de minar tais avanços, mais especificamente a efetivação de políticas educacionais para desenvolver uma sociedade democrática e plural. Tais políticas educacionais são observadas através da aplicabilidade das leis 10.639/03 e 13.298 e suas formas de valorizar o ensino de religiões de matrizes africanas. O que se destaca nesse trabalho, são os desafios para suas realizações na atualidade, observando uma conjuntura conservadora e pouco progressista no Brasil. Da perspectiva teórico-metodológica, para uma analise crítica da ascensão do pensamento conservador é preciso recorrer para a História do Tempo presente e sua compreensão de Regime de Historicidade, para além disso, teorias que relacionem educação e racismo são pertinentes. O trabalho também foi construído através da pesquisa bibliográfica e o uso de fontes digitais (mídias e periódicos), para lapidarem a análise.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.