A construção da imagem getuliana nas páginas de Sintonia (1939-1945)

Reginaldo Simões Mendonça

Resumo


O presente artigo tem por objetivo demonstrar como a propaganda política na Imprensa foi utilizada por Getúlio Vargas no Amazonas como veículo de convencimento da população em busca de apoio a seu projeto político, e como mecanismo de controle, estabelecido tanto por meio difuso através da censura e atuação do DIP, quanto de forma mais direta, com a perseguição política a seus opositores. Neste processo, busca-se paralelamente compreender como um importante veículo informativo, como a Revista Sintonia, criada em Manaus pelo telegrafista Rigoberto Costa, em 1939 – e cuja existência prolongou-se, com interrupções, até 1954 –, aliou-se a esse propagandismo, fazendo dele a pedra de toque de sua publicação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Escrita da História